A CERTAIN RATIO...



4 comentários:

marta disse...

gosto gosto. Há uma polémica em relação ao nome da banda. A certain ratio é um conceito que está ligado ao nazismo. A banda retirou o nome de uma música do brian eno (the true wheel) mas o conceito refere-se a qual o ratio de sangue judeu uma pessoa deveria ter para ser ou não considerada de raça judia. O regime hitleriano, não sei bem como, calculava esse ratio que sevia de suporte para enviar os judeus para os campos de concentração, consoante essa percentagem de sangue. A música do brian eno referia-se a isso, mas acredita-se que os a certain ratio não tivessem conhecimento dessa prática do regime nazi.
Fora de história menos políticas, sem dúvida que a factory e manchester foram o centro do furacão da produção musical e daviragem no panorama sonoro do fim dos 70 e pelos 80 dentro. Eu gostava muito de sido adolescente por terras de sua mejestade, por esses anos.

menina limão disse...

estou com a marta, vinha precisamente falar da minha veneração pela Factory Records. fiz um trabalho (gráfico) sobre ela, exaustivo mas óptimo, foi um prazer imenso.

Anónimo disse...

A Certain Ratio é fabuloso .Vi a banda tocar em Coimbra em 1987.Concerto fabuloso e nunca mais parei de adquirir a sua discografia.Consta que está para sair um novo albúm.Sabem alguma coisa?

António Fernandes disse...

Sim, eu já conhecia essa conotação pesada da expressão A Certain Ratio, de que a Marta fala. Mas muito sinceramente, acho que pode ser como ela própria escreve, a banda podia desconhecer por completo essa ligação à ideologia nazi ou então, mesmo conhecendo essa carga simbólica, poderia ter avançado com a escolha – sem que isso signifique que aprove o regime, como é óbvio! Bom, mas questões polémicas à parte, o que interessa mesmo é que os A Certain Ration vêm ao Porto em Maio. Aqui ficam os pormenores para todos os interessados:
http://cotonete.clix.pt/quiosque/noticias/body.aspx?id=42322