imagem encontrada aqui

10 comentários:

Ana Cristina Leonardo disse...

as coisas fantásticas que tu encontras? É um inédito?!

miguel. disse...

olá Cristina, não sei se é um inédito… encontrei esta imagem com estas palavras do Herberto Helder perdidas na internet, já faz algum tempo, e na altura não prestei muita atenção se estava identificada ou não… já tentei chegar ao sitio de onde a roubei mas não consigo... a própria imagem nem tem nome, o que dificulta a pesquisa...
mas assim como assim... enquanto não chega o novo do Herberto (dia 9 de Outubro) vamos lendo e relendo as suas belas palavras.

fallorca disse...

Ampliando, dá-me, a mim, a impressão que foi impresso no verso de qq coisa manuscrita ou que manuscreveram depois. Mais "visíveis" depois do nome do HERBERTO HELDER, caixa alta (caps).
Estou enganado ou a alucinar, Miguel?

miguel. disse...

é mesmo... não é alucinação, tenho tentado encontrar a origem desta imagem, mas não chego lá... talvez ajuda-se a resolver o mistério desta imagem...

fallorca disse...

Encontra-se na mesa do Café, vindo de uma merecida Meditação na Pastelaria,(re)posto-o lá em casa http://frenesi-livros.blogspot.com/ que me disse para lhe dizer: Ou é do Photomaton & Voz ou de um nº. da revista "Telhados de Vidro".
Ciclo concluído, Os Passos Em Volta estão dados, meu Amigo... ;)

antónio quadros ferro disse...

Herberto Helder citado por Manuel de Freitas se não me engano, fotografia minha.

antónio quadros ferro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
antónio quadros ferro disse...

Se a memória não me falha, foi aqui: http://centrodeartes.blogs.com/photos/cronologiaeditorialetc/157umaespciedecrime.html

miguel. disse...

António, o mistério da origem da imagem está resolvido, acabo de verificar que foi mesmo do seu insónia que tinha "roubado" imagem, a origem do texto também já tinha sido desvendada pelo PCD e pelo Fallorca no blog da Frenesi... (manuel de freitas in Poetas sem Qualidades )
obrigado

miguel. disse...

desculpe António, do seu cadernos...

abraço