HISTÓRIA EXEMPLAR

Entrei.
— Tire o chapéu — disse o Senhor Director.
Tirei o chapéu.
— Sente-se — determinou o Senhor Director.
Sentei-me.
— O que deseja? — investigou o Senhor Director.
Levantei-me, pus o chapéu e dei duas latadas no Senhor Director.
Saí.


Mário-Henrique Leiria, in "contos do gin-tonic" editorial estampa

1 comentário:

cosal disse...

Caro Miguel,
Não fique envergonhado se lhe disser que gosto muito do Mário-henrique Leiria. Tenho mesmo uma ternura pelo senhor.Bem.
A temporada teatral do S.Luis de 90/91, atacou...na pessoa de outro Mário...o Viegas...tudo em torno dos famosos contos do Gin Tónico.
A coisa encantou uns quantos...outros não acharam graça...faltavam as bailarinas ucranianas...muito em moda na altura...e logo ali ao lado...no saudoso NINA.Bem.
Foi feito um catálogo.
Está esgotado...claro.
Tenho-o aqui e logo na abartura diz assim...

Na terra do olho
Onde quem tem um cego...
É Presidente
Morreu um Aristides de cabelos de cristal.
......................
Tinha por lá sempre,um peixe frito...
Apesar dos excelentes cuidados
Da cçínica dos Serviços de Segurança,
Lamentamos informar...
Morreu de gripe.

Como dizem em Angola...é do caíáia.

Depois mostro-lhe

Cumprimentos