SAUDAÇÃO

A todo o animal que devora seus semelhantes
ou os mata a tiro
A cada caçador armado numa camioneta
de atrelado
E cada recruta atirador d'elite ou milícia
com mira telescópica
E cada campesino com botas cães e espingarda
de cano cortado
E cada guarda com cães ensinados a perseguir
a matar
E cada chui à paisana ou agente secreto
com cinturão carregado
de morte
E cada servo do povo disparando sobre a
multidão
ou metralhando criminais em fuga
E cada guarda civil em qualquer país
guardando civis com algemas & carabinas
E cada carabineiro de qualquer Check Point Charley
de qualquer lado de qual
muro de Berlin cortina de Bambu
ou de Tortilha
E cada tropa polícia de trânsito com farda
de cavaleiro por medida
& capacete de plástico & gravata de laço
& pistola de seis tiros num estojo
com cravos de prata
E cada nívea com revolver anti-tumulto
& alarmes e cada tanque
anti-tumulto
gás tóxico & gás lacrimogéneo
E cada piloto d'elite com bombas e napalm
debaixo das asas
E cada piloto de céu abençoando os bombardeiros
na descolagem
E cada Departamento do Estado de qualquer
super estado
vendendo armas aos dois campos
E cada nacionalista de qualquer nação
de qualquer mundo Negro Mestiço
ou branco que mata pela nação
E cada profeta ou poeta com arma de fogo
ou navalha impondo pela força
a iluminação espiritual
ou impondo pela força o poder
de qualquer estado poderoso
E a todos que matam e matam e matam
& matam pela Paz
ergo o dedo do meio
no única saudação que merecem.

Lawrence Ferlinghetti in. " A Boca da Verdade "

2 comentários:

cosal disse...

COISA MUITO SÉRIA...este senhor Ferlinghetti...

Miguel. disse...

Muito séria MESMO...

Obrigado e cumprimentos, caro cosal

;)