AUTORIDADE E LIBERDADE SÃO UMA E A MESMA COISA

Autoridade é do que é autor.
Só a autoridade confere autoridade.
A autoridade não é quantidade.
Todo o homem é teatro de uma inexpugnável autoridade.
Aquele que julga ser possível autorizar ou desautorizar a autoridade de outrem não sabe no que se mete.
Liberdade.
A liberdade conhece-se pelo seu fulgor.
Quatro homens livres não são mais liberdade do que um só. Mas são mais reverbero no mesmo fulgor.
Trocar a liberdade em liberdades é a moda corrente do libertino.
Pode prender-se um homem e pô-lo a pão e água. Pode tirar-se-lhe o pão e não se lhe dar a água. Pode-se pô-lo a morrer, pendurado no ar, ou à dentada, com cães. Mas é impossível tirar-lhe seja que parte for da liberdade que ele é.
Ser-se livre é possuir-se a capacidade de lutar contra o que nos oprime. Quanto mais perseguido mais perigoso. Quanto mais livre mais capaz.
Do cadáver dum homem que morre livre pode sair acentuado mau cheiro - nunca será um escravo.
Autoridade e Liberdade são uma e a mesma coisa.

Mário Cesariny

imagem de Christian Northeast

2 comentários:

cosal disse...

:)...aqui fica um sinal menos...é que autoridade e liberdade não são nem nunca foram a mesma coisa.É claro que o hoje decrépito e rendido aos centavos...Mário Cesariny de Vasconcelos, escrevia estas coisas poeticas, soletradas por alguns,nos tempos da poda, ou seja, quando estava unido por destinos e rimansos a outros...
Foi bom e é bom...mas escreveu algumas barbaridades...mesmo que estéticamente aceitáveis...digo eu

Cumprimentos

aitb disse...

Eu concordo com a questão da liberdade.. podem tirar-nos tudo menos anular a nossa identidade.. somos livres de ser quem somos... queiram ou não... cada um é livre se quiser... podem até matar-nos.. mas.. antes morrer livre e erguido.. do que sucumbir de joelhos... topas? :)
gosto do blog.
parabêns