Man Ray [ lacrime ] 1930


Uma paixão fria endurece as minhas lágrimas.

Pesam as pedras nos meus olhos: alguém

me destroi ou me ama.


António Gamoneda, in "ardem as perdas" quasi (2004)

1 comentário:

Lou Camille aka Sílvia A. disse...

as perdas ardem como alcool em ferida aberta...