CERTEZA

Se te falo é para melhor te ouvir
Se te ouço estou certo de ter compreendido

Se sorris é para melhor me invadir
Alcanço o mundo inteiro se me sorris

Se me uno a ti é para me continuar
Se vivermos tudo será como gostamos

Se eu te deixo recordar-nos-emos
E ao deixar-nos voltaremos a reencontrar-nos.


Paul Éluard in. " últimos poemas de amor "

imagem de Lorenzo Mattotti

5 comentários:

magarça disse...

Mais um poema de amor que me deslumbra. E a imagem, tão bonita, é de quem?

Miguel. disse...

olá magarça !

O poema é muito bonito, gosto muito do Srº Éluard, os poemas dele são muito bonitos, principalmente os que escreveu quando perdeu a sua amada, quanto à imagem, é de outro srº de quem gosto muito, Lorenzo Mattotti, vale a pena conhecer as suas ilustrações para bd, recomendo o fabuloso Doutor Jekyll & Mister Hyde, em conjunto com o Kramsky ...

:)

cosal disse...

não levarão a mal se disser duas coisas a propósito deste poeta grande...sempre presente que começou por ser o Sr. Eugène Grindel...mais tarde Eluard...que escreveu um dia..."chegou o momento em que todos os poetas têm o direito e o dever de sustentar que estão profundamente radicados na vida de todos os homens, na vida comum..." ( in: L'évidance poétique )
Após o passamento da sua companheira...um poema forte...

Ela está de pé nas minhas pálpebras
com os dedos nos meus entrelaçados.
Ela cabe toda em minhas mãos,
ela tem a cor dos meus olhos
e desaparece na minha sombra
como uma pedra sobre o céu.

Tem sempre os olhos abertos
e não me deixa dormir.
Os sonhos dela à luz do dia
fazem os sóis evaporar-se,
fazem-me rir,chorar e rir,
falar sem ter nada a dizer.

Paul Eluard
Algumas palavras
Antologia organizada por António Ramos Rosa
Dom Quixote 1977

magarça disse...

:)

marta disse...

a imagem é me familiar. faz-me pensar em duas pessoa que conheco...